Drop Down Menu

Creative Commons License
Texto sob licença Creative Commons

SUBIR AO MONTE

QUAL O FUNDAMENTO BÍBLICO PARA ISSO?

Dou graças a Deus por cada momento que passo em Sua presença!

O assunto desta análise surgiu de forma completamente inesperada na manhã de 06 de outubro de 2005: estava lendo alguns textos dos grupos que freqüentava quando me deparei com o tema “Oração no Monte”. Fiquei interessado, pois tenho uma amiga que narra exatamente o mesmo tipo de experiência (fogo ao redor, milagres, gritaria!) e decidi pesquisar melhor o assunto.

O que apresentarei nesta análise é uma versão melhorada dos argumentos apresentados naquele tópico.

POR QUE JESUS SUBIA NO MONTE?

Podemos encontrar várias citações bíblicas explicativas sobre isso, vejamos:

“E, despedida a multidão, subiu ao monte para orar, à parte. E, chegada já a tarde, estava ali só.” (Mateus 14:23, referenciado também em Marcos 6:46-47)

“E aconteceu que naqueles dias subiu ao monte a orar, e passou a noite em oração a Deus.” (Lucas 6:12)

“E aconteceu que, quase oito dias depois destas palavras, tomou consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte a orar.” (Lucas 9:28, a referência anterior ao mesmo evento ocorreu em Marcos 9:2)

Podemos concluir então que Jesus subia ao monte para orar e, geralmente, fazia isso sozinho. Da vez que decidiu chamar mais alguém (Pedro, João e Tiago) ele o fez por saber que era o momento da transfiguração, ou seja, ele não havia subido apenas para orar!

Então devemos subir ao monte para orar também?

Para responder isso vejamos o que o próprio Jesus Cristo já havia recomendado em Mateus 6:5-6:

“E, quando orares, não sejas como os hipócritas, pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e as esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que te vê em secreto, te recompensará publicamente.”

Mas esse texto diz uma coisa e Jesus Cristo fazia outra? Porque Ele também não se trancava em seu quarto para orar ao invés de subir no monte?

Esse é um detalhe que a maioria das pessoas deixa passar despercebido: Jesus Cristo não tinha um quarto!!! Isso é comprovado com o seguinte texto:

“E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.” (Mateus 8:20, referenciado também em Lucas 9:58)

Isso quer dizer que Jesus subia ao monte para orar sozinho porque não tinha um quarto que pudesse chamar de seu, trancá-lo e, lá dentro, orar.

O problema da atualidade é que as pessoas não sabem mais compreender o que estão lendo e criam doutrinas absurdas, baseadas em pequenos trechos completamente fora de contexto! Se subir ao monte fosse uma doutrina bíblica, certamente haveria referência e recomendação para que isso fosse feito nos textos bíblicos posteriores aos evangelhos, porém tal atitude deixa de ocorrer no restante do Novo Testamento! Nenhum dos outros autores sequer menciona “subir ao monte” como método válido…

E mesmo anteriormente a isso, o único que subiu ao monte para fazer algo de importante foi Moisés, mas isso ocorreu sob ordem direta do próprio Deus, não há referência alguma a oração e, pior ainda, depois dos eventos ali ocorridos o monte foi “proibido” para o acesso público!

Alguns então alegarão, querendo ainda justificar a subida ao monte, que se Jesus fez algo, então nós podemos fazê-lo para seguir seus passos.

Ora, tal afirmação não é errada, porém Jesus também cuspiu na terra para fazer lodo e curar um cego, Jesus andou sobre as águas, Jesus ressuscitou pessoas mortas… neste ponto eu peço que se lembrem do que eu já disse no estudo sobre óleo de unção: Deus não se repete!

E quanto a todos os sinais de maravilha, curas, fogo… tudo de sobrenatural que acontece enquanto estamos no monte?

Por favor, deixemos de ser crianças espirituais e passemos a ler a Bíblia mais seriamente! Esses que ficam buscando sinais e milagres se dizem seguidores de Jesus Cristo, mas não se dão sequer ao trabalho de ler as recomendações sobre o final dos tempos, feitas pelo próprio Filho de Deus?

“Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” (Mateus 24:23-24)

Recomendo ainda a leitura de II Tessalonicenses 2:1-12 e vejam que após a retirada do Espírito Santo quem fará sinais grandiosos é o próprio Satanás… e sobre esse assunto eu já tratei aqui.

Em resumo, Jesus Cristo orava na montanha por uma característica extremamente particular e não recomendou que ninguém mais assim o fizesse. A Bíblia, como um todo, também não faz tal recomendação. Portanto, se você deseja seguir a palavra de Deus de forma correta, sugiro que guarde as únicas recomendações explícitas sobre locais adequados para oração:

“E, quando orares, não sejas como os hipócritas, pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e as esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que te vê em secreto, te recompensará publicamente.” (Mateus 6:5-6)

“Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18:20)

Portanto, quer seja no monte, no quarto, em uma sala reservada ou, até mesmo, de forma inesperada (porém discreta!) em um canto da rua… sua oração terá exatamente o mesmíssimo efeito!

E que Deus nos proteja, guie e abençoe, dando fé para que possamos permanecer fiéis à sua Palavra nestes tempos difíceis.

LINK CURTO PARA ESTA POSTAGEM:
http://bit.ly/santomonte

Teóphilo Noturno