Drop Down Menu

Creative Commons License
Texto sob licença Creative Commons

O INFELIZ TEATRINHO

DE UM POBRE GAROTINHO

CRISTIANISMO DETURPADO, POLÍTICA DUVIDOSA

Supõe-se que um “evangélico” devesse conhecer a Bíblia… ao menos uma boa parte da população acha que os “crentes” têm um conhecimento mais aprofundado da Palavra de Deus. Eu próprio acreditei que seria mais fácil convencer os cristãos dos erros que estão sendo divulgados se me baseasse apenas nas Sagradas Escrituras!

Ledo engano. Desde anteontem estou tendo a prova de que poucos querem, verdadeiramente, seguir através da “porta estreita”… cada um quer fazer as coisas de sua própria maneira, arrumar um arremedo de explicação baseado (ou não) em qualquer trecho da Bíblia e depois posar de “bonzão” ou de “santo” ou de “mártir”… tenham paciência!!! Sim, tenham paciência porque a minha às vezes chega bem perto de acabar!

Não gostaria de estar escrevendo este texto, mas o comportamento ridículo do senhor Anthony Garotinho, enquanto chamado de “líder político evangélico”, feriu minha dignidade como seguidor e estudioso da verdadeira e única Palavra de Deus.

Em primeiro lugar temos as notícias alardeadas através da mídia sobre sua “greve de fome”… ora, tal atitude nos deixa duas possibilidades: ou Garotinho está atentando contra a própria vida ou então está supostamente fazendo o que pensa ser um “jejum”. Mas esta segunda hipótese eu descarto completamente, pois a Bíblia é clara nos procedimentos recomendáveis e métodos de validação de um jejum genuíno. Vejamos o que recomendou Jesus Cristo:

“E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” (Mateus 6:16-18)

Logo, essa história permitir que a mídia faça imagens e, ainda por cima, divulgue cada grama perdida é o mesmo que fazer soar trombetas diante de si mesmo (vide Mateus 6:2) e invalida esse show mórbido como um jejum espiritual.

Analisando desta forma nos resta então apenas a primeira opção que, se não é uma tentativa de suicídio, no mínimo é um sério esforço para causar mal a si mesmo. Segundo a governadora do Rio de Janeiro, essa é uma greve de fome irreversível e, em conseqüência, também se torna uma estupidez se analisada dentro do contexto bíblico… ainda mais para alguém que diz ser servo de Jesus Cristo:

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruíra; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.” (I Coríntios 3:16-17)

Apenas essas duas simples passagens citadas acima bastariam para por fim nesse movimento insano que este homem está fazendo. Como pode alguém desse nível ser professor de escola dominical? O que estará ensinando ele a seus alunos? Diante de tamanho desconhecimento bíblico apresentado, agora eu compreendo porque, em janeiro de 2005, ele foi capaz de declarar Jesus Cristo como “padroeiro” do Rio de Janeiro

Observando o mérito político e sem julgar se houve ou não corrupção nessa história… um servo decente e sincero do Senhor Jesus Cristo sequer deveria estar sofrendo tais acusações. Falo assim por já ter me acostumado a ser acusado de muitas coisas das quais não me envergonho e, aliás, deixo as provas bem evidentes em cada texto. Sou pecador e indigno de julgar os pecados alheios… mas contra provas e imagens praticamente não há argumentos.

Não sou líder de nenhum grupo e sequer administro valores financeiros públicos, por isso, como cidadão (e não como cristão) tenho o direito de exigir que esse Garotinho passe a agir verdadeiramente como homem e pare de se esconder sob esse falso manto de auto-sacrifício e religiosidade.

Mostre sua verdadeira cara, Anthony Garotinho! Enfrente as acusações e prove sua inocência… ou assuma sua culpa! Mas pelo menos tenha a dignidade de não sujar ainda mais a imagem dos cristãos (e principalmente a dos evangélicos) nesse nosso país cada vez mais cético, cínico, pagão e descrente.Garotinho e a "Liga da Justiça", em Campo Grande - RJ

Eu já não poderia votar em nenhum pastor, mas agora sua atuação me faz considerar seriamente se vale a pena expor qualquer irmão às tentações do mundo do poder…

Fico triste em admitir que existam cidadãos comuns e pagãos com muito mais honra que o senhor, governante evangélico.

Volto a repetir: não estou julgando sua suposta corrupção, mas sim envergonhado por sua covardia e por seu ato injustificável de se esconder atrás de um antibíblico “jejum-show” ou de uma inaceitável “greve de fome”.

Pelo menos em uma coisa esse senhor foi criativo: inventou o "panis et circensis"… sem o panis!!! Ao menos é o que se supõe…

Ao menos esse show de horrores me permitiu ler um ótimo texto de Mario Persona sobre o suicídio…

Onde a insanidade de Anthony Garotinho vai conduzi-lo?

O tempo deste mundo está acabando… os reis e governantes se prostituirão e apenas servirão ao senhor deste século… isso é profecia bíblica, não sou eu que estou inventando. Acredite quem puder.

Sinceramente

Teóphilo Noturno