Drop Down Menu

Creative Commons License
Texto sob licença Creative Commons

UM PLANO DIABÓLICO

ESTE TEXTO FOI DIVIDIDO EM 3 PARTES:


1ª PARTE

2ª PARTE

3ª PARTE


SANTIFICAÇÃO…

MAIS DO QUE UMA NECESSIDADE: UMA ORDEM!

Eu realmente acreditava que todos aqueles que crêem em Jesus como seu Senhor e Salvador já sabiam deste plano, mas tenho testemunhado muita gente, até pastores, esquecendo das artimanhas do inimigo e caindo como patinhos, sendo seduzidos pela beleza e humanidade dos argumentos de satanás.

Façamos um raciocínio lógico e gradual para, no final, podermos visualizar com clareza os métodos e os propósitos do maligno.

Antes de mais nada, recomendo a leitura de Hebreus 12 e I Tessalonicenses 4 (de onde destacarei alguns detalhes de suma importância): vejam que santificação é diferente de salvação!

Não pretendo me deter (ao menos nesse estudo) explicando tais detalhes, mas basta que saibamos que todo aquele que crê será salvo, pois a salvação é dom gratuito de Deus e não vem a partir de nenhuma de nossas próprias obras. Já a santificação é um processo contínuo onde o indivíduo se separa das coisas da carne e do mundo, buscando aproximar-se do padrão de Deus para o homem. “Santo” é igual a “separado”, e podemos encontrar diversas exortações à santidade por toda a Bíblia. Vejamos algumas:

“Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor Maravilhas no meio de vós.” (Josué 3:5)

“E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, e não desmaies quando por Ele fores repreendido; Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.” (Hebreus 12:5-8)

“E, na verdade, toda correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados, e fazei veredas direitas para vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado. Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12:11-14)

“Ora, amados, pois que temos tais promessas [1], purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.” (II Coríntios 7:1)

“Porque vós bem sabeis que mandamentos vos temos dado pelo Senhor Jesus. Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição; Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus. Ninguém oprima ou engane seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos. Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.” (I Tessalonicenses 4:2-7)

“E qual é aquele que vos fará mal, se fordes zelosos do bem? Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis; Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós.” (I Pedro 3:13-15)

Então, se “ser santo” e “santificar” é seguir o padrão e a vontade de Deus, vejamos algumas formas de como “exercitar” tais atributos (ou não…):

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:1-2)

“Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes?” (Tiago 4:4-5)

“Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia. E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos. Portanto ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso; seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, seja o presente, seja o futuro; tudo é vosso, e vós de Cristo, e Cristo de Deus.” (I Coríntios 3:19-23)

Então temos aqui algumas claras exortações àqueles que estão colocando o mundo para dentro da igreja, buscando formas de evangelismo que não estão amparadas na Bíblia, porém são baseadas única e exclusivamente na experiência, sabedoria e revelação humana.

Chega a ser engraçado ver algumas pessoas (inclusive pastores) citando o trecho “a tempo e fora de tempo” para justificar o pragmatismo insano que aplicam em suas igrejas, mas parece que ninguém mais lê sequer um parágrafo inteiro da Bíblia e todos passam a se basear apenas em “máximas” do jargão evangélico. Vejamos o texto na íntegra:

“Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” (II Timóteo 4:1-4)

Vejam que a pregação à que o apóstolo Paulo está se referindo não é aquela que chamo de “easy salvation” e tem sido repetida “ad infinitum” nas igrejas do novo paradigma com intuito de atrair os chamados “sem igreja”. Notem que a pregação aqui também envolve repreensão, exortação… sem deixar de ser longânime, porém sem abandonar a doutrina!!!

Outra “máxima” sempre citada fora de contexto é “Examinai tudo. Retende o bem.”, texto de I Tessalonicenses 5:21. Porém, novamente são desprezados tanto o verso anterior quanto o posterior. Vejamos:

“Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de toda a aparência do mal.” (I Tessalonicenses 5:20-22)

Em algumas versões, ao invés de “abstende-vos”, usa-se “desviai-vos” e em outras até mesmo o termo “fugi”… então, ao contrário do que muitas pessoas afirmam , ao detectarmos a simples aparência do mal, devemos descartar o objeto examinado em questão e não tentar “filtrar” ou aprender alguma coisa daquele meio.

  • Se estão colocando músicas “suspeitas” nos cultos de sua igreja para agradar o “público jovem”…

  • Se doutrinas estranhas são aceitas em nome do aumento do número de conversões…

  • Se quem decide quando, como e onde uma mensagem será pregada é o público alvo ao invés do Espírito Santo…

  • Se para “ganhar o mundo” a igreja está trazendo este mundo para dentro da igreja…

  • Se métodos estranhos (regressão, mantras, hipnose, alteração do estado de consciência…) estão sendo usados…

  • Se há amuletos, idolatria (em qualquer aspecto), misticismo, esoterismo…

  • Se os mortos “seguramente” intercedem pelos vivos…

  • Se Jesus Cristo deixa de ser o único intercessor entre o homem e Deus…

  • Se as bênçãos só e somente vierem mediante o dízimo e as ofertas…

  • Se as pregações não são 100% baseadas na Bíblia e 100% dentro do contexto bíblico…

  • Se há exibições ecumênicas…

  • Se há homossexualismo, divórcio, sexo fora do casamento (tanto entre os membros quanto entre os líderes)…

  • Se a igreja deixou de ser igreja e passou a ser uma empresa…

  • Se há improbidade administrativa, contendas, alcoolismo…

  • Se as mensagens são feitas para agradar os pecadores ao invés de convencê-los de seus pecados…

  • Se textos bíblicos estão sendo retirados de seus contextos para tornarem-se pretextos…

Se você é um cristão salvo genuíno e pode identificar que qualquer um (ou mais) dos itens acima citados está ocorrendo em sua igreja, saiba que esta organização definitivamente não está contribuindo para a sua santificação.

Mesmo que alguns estejam descansados baseando-se em Hebreus 13:17a (“Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas.”), não podem deixar de prestar atenção:

Aos dois avisos que já foram apresentados nesse estudo (I Tessalonicenses 5:20 e II Timóteo 4:3-4);

Às profecias (que não devemos desprezar!) contidas em Mateus 24:5, 11-12, 23-24; II Tessalonicenses 2:3-4; I Timóteo 4:1-3; II Pedro 2; II Pedro 3:17 e Judas.

Aos avisos contidos em Colossenses 2:8, I Timóteo 6:3-5 e Tito 1:10-16.

E nunca se esqueçam que tal afirmação não anula o texto de Romanos 14:12 (“De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.”)

Portanto, amados irmãos, a santificação é recomendada e deve ocorrer, mesmo que através de esforços pessoais.

Ah! Vejam também que os métodos para atingirmos tal meta (a santificação) estão todos relacionados na Bíblia!

A seguir veremos o motivo de tantos pastores e mestres agirem de forma tão estranha; a causa dessa exortação à santificação e onde e porque Satanás entra nessa história toda…

COMO SATANÁS ENTROU NA HISTÓRIA…

Creio que o que vou falar aqui não será novidade para nenhuma pessoa que estude a Bíblia seriamente, porém sei que também há muitos que ainda não foram apresentados a tais informações. Começo esta segunda parte apresentando algumas das características satânicas descritas na própria palavra de Deus. Vejamos o que o apóstolo Pedro nos diz:

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.” (I Pedro 5:8-9)

Ratificando a recomendação de que devemos resistir através de nossa firmeza na fé, Tiago escreve em sua epístola:

“Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” (Tiago 4:7)

E, diante de tais “apresentações”, a maioria dos cristãos se prepara para enfrentar, literalmente, um leão através de uma resistência ativa… quase uma luta física! Não nego que algumas vezes tal tipo de ação chega realmente a ser necessária, porém também não é falso afirmar que a chamada cultura popular criou todo uma imagem (muitas vezes sem fundamento bíblico) em torno desse querubim caído.

A maioria dos livros e os filmes apresentam muitas vezes este personagem de maneira quase cômica, com sentimentos de homem e, ainda por cima, passível de ser ludibriado através da engenhosidade humana. Há ainda aqueles que surpreendentemente colocam seres infernais como heróis ou até mesmo apresentam uma “família” (mostrando principalmente uma suposta afetividade paternal diabólica).

A mídia já fez muito bem (e continua fazendo com cada vez mais competência) a sua parte na conscientização popular para a futura e breve aceitação de Satanás pelo homem. A bruxaria, com todos os seus possíveis nomes, já virou desenho animado e brincadeira para crianças. Rituais demoníacos são apresentados como fonte de poder e conhecimento até mesmo em desenhos animados, assim como possessão espiritual, mediunidade e outros fenômenos diretamente relacionados à ação satânica.

Porém as pessoas parecem não levar a sério importantíssimos alertas bíblicos:

“E para isso vos escrevi também, para por esta prova saber se sois obedientes em tudo. E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás; Porque não ignoramos os seus ardis.” (II Coríntios 2:9-11)

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” (Efésios 6:11-12)

“Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.” (I Timóteo 3:7)

“E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.” (Apocalipse 20:10)

Prestem atenção às constantes referências sobre a inteligência satânica, principalmente nesta última citação do Apocalipse (o único livro bíblico escrito no futuro!): se a enganação não tivesse sido bem sucedida, certamente o que estaria escrito seria “que os tentava enganar”, porém está bem claro no texto que o diabo “os enganava”!!!

O diabo sabe muito bem que a maioria das pessoas resistiria firmemente se ele fizesse uma abordagem direta… por isso ele é capaz de operar através de enganos, mentiras e ilusões. Muitos cristãos se esquecem de que o diabo tem um poder limitado, mas o suficiente para operar sinais e maravilhas de engano. Vejamos:

“Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis (…) Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.” (II Coríntios 11: 3-4; 13-15)

“Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” (II Tessalonicenses 2:1-12)

“Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” (João 8:42-44)

O principal objetivo do diabo é afastar a humanidade do único e verdadeiro Deus, levando junto consigo para o inferno o maior número de almas que conseguir. E para isso irá lançar mão de todos os meios diretos e indiretos que estiverem ao seu alcance: sinais, ciência, vícios, depravação, ganância, religião… os motivos já conhecidos da maioria.

Porém ele tem um método que pouco é mencionado como seu “troféu”, pois através desta técnica ele poderá tocar nos salvos! Com este método ele poderá colocar aqueles que crêem em Jesus Cristo diante de uma escolha paradoxal entre aparente vida e aparente morte… e assim imagina que vai aumentar suas probabilidades de , conforme Mateus 24:24, “enganar os próprios eleitos”! Que método é esse?!? Simples, ele quer impedir que recebamos…

O PRÊMIO PELA SANTIFICAÇÃO

Como já vimos anteriormente, a santificação é uma ordem. É algo que devemos buscar para nossa vida através da aproximação e conhecimento de Deus através de sua palavra. Porém há muitos salvos que desconhecem essa obrigação e, preguiçosos, preferem simplesmente colocar sua fé em tudo que sai de um púlpito devidamente embalado na linda “terminologia cristã”. Quem age como os crentes de Beréia, conforme citado em Atos 17:11? Veja o texto e aprenda:

“Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.”

Quem não se santifica está pouco preocupado com a verdade… prefere estar fazendo dancinhas "proféticas" ou comodamente sentado em um banco de igreja sorvendo toda e qualquer mensagem que lhe for oferecida.

Mas… por que deveríamos comparar o que dizem nossos pastores (ou líderes, ou bispos, ou apóstolos…) com a Bíblia? São homens tão santos!?!

Meus irmãos… a Bíblia afirma desde o Antigo Testamento:

“Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!” (Jeremias 17:5)

“E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas? Comeis a gordura, e vos vestis da lã; matais o cevado; mas não apascentais as ovelhas. As fracas não fortalecestes, e a doente não curastes, e a quebrada não ligastes, e a desgarrada não tornastes a trazer, e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza. Assim se espalharam, por não haver pastor, e tornaram-se pasto para todas as feras do campo, porquanto se espalharam. As minhas ovelhas andaram desgarradas por todos os montes, e por todo o alto outeiro; sim, as minhas ovelhas andaram espalhadas por toda a face da terra, sem haver quem perguntasse por elas, nem quem as buscasse. Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor: Vivo eu, diz o Senhor Deus, que, porquanto as minhas ovelhas foram entregues à rapina, e as minhas ovelhas vieram a servir de pasto a todas as feras do campo, por falta de pastor, e os meus pastores não procuraram as minhas ovelhas; e os pastores apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas; Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu estou contra os pastores; das suas mãos demandarei as minhas ovelhas, e eles deixarão de apascentar as ovelhas; os pastores não se apascentarão mais a si mesmos; e livrarei as minhas ovelhas da sua boca, e não lhes servirão mais de pasto.” (Ezequiel 34:1-10)

“Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência.” (I Timóteo 4:1-2)

“Porque virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” (II Timóteo 4:3-4)

“E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.” (II Pedro 2:1-2)

“Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo.” (II João 7)

“Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. (…) E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. (…) Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito; Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.” (Mateus 24:5; 11-13; 23-26)

Creio que não preciso citar outros textos (mas saibam que eles existem) para exortar àqueles que lerão este estudo a levar uma vida reta diante da palavra de Deus e não de acordo com uma filosofia humana ou uma doutrina… quer seja religiosa, quer seja doutrina de demônios.

Pasmem: Satanás aparentemente não quer mais impedir que o homem seja salvo! (…é claro que se ele puder impedir, certamente o fará!) Mas, sendo inevitável que o homem creia em Deus através de Jesus Cristo, por que não levá-lo a uma dessas igrejas que não valoriza a santificação? Minha imaginação me permitiu criar uma suposta reunião de idéias entre os demônios:

— É tão fácil enganar o ser humano com tantas atividades, visões, deveres, entretenimento… é tão fácil mascarar as verdades e ordens bíblicas sob a bandeira da “modernidade”!

— Porque não colocar danças sensuais e músicas do mundo nas igrejas também?

— Que tal explodir o corpo de Cristo em pequenos fragmentos mais fracos e passíveis de enganação?

— Ah… já que está tão fácil, implantemos novamente a doutrina do confessionário e tiremos a função de único intercessor de Jesus Cristo, entregando-a aos entes queridos que morreram!

— Vamos abrir as porteiras e colocar os maçons dentro da igreja… melhor ainda: que eles sejam os pastores!

— Vamos mandar o Espírito Santo embora e deixar que o chamado “público alvo” determine quando, como e onde uma mensagem será pregada!

— Se é assim, por que não embutimos nossas técnicas de meditação?

— Fazer os servos de Deus recitar mantras, alterar seus estados de consciência numa busca espiritual onde vai encontrar seres divinos… ou seja, nós, devidamente disfarçado de anjos de luz

 — Vamos distorcer pequenas palavras importantes da Bíblia e, em nome da modernização e da simplificação, alterar os pontos onde se fundamentam esses cristãos… diremos que as pessoas não são capazes de entender claramente a Bíblia em sua linguagem rebuscada e que isso é necessário para alcançar mais pessoas!

— Que tal irmos mais fundo? Vamos fazer com que usem as nossas técnicas de controle mental: hipnose, regressão… yoga!! De repente, um deles se preocupa:

— Mas se colocarmos tudo isso junto, será que eles não vão perceber?

— Não coloquemos tudo junto então! Façamos pequenos pacotes e vamos dar um nome diferente a cada um deles: um pode usar o número 12, alegando se basear em princípios bíblicos; outro pode tentar realçar que está buscando um objetivo determinado… um propósito!! Ainda podemos criar uma “frente” que irá nos combater…

— Como assim, nos combater?

— É! Eles podem se denominar com títulos garbosos e executar rituais de magia! Eles vão se sentir agindo contra nós, mas vão se basear em revelações é técnicas muitas vezes dadas por nós mesmos! Os seres humanos têm uma vontade de lutar e vencer tão grande que eles são capazes de abandonar as regras da palavra no intuito de lutar melhor!

— Vamos confundir o entendimento dos gentios e fazê-los pensar que devem renega a graça e viver novamente sob a lei judaica! Que tal fazermos alguns acharem que a guarda do sábado é sagrada?

— Tudo bem, porém o mais importante de tudo é que cada pacote desse seja entregue em uma igreja diferente!

— Não entendi… por que?

— Porque uma igreja verá os erros das outras, mas não verá os seus próprios! Estará confiante de que seus métodos são os corretos!

— Genial! Assim vamos criar críticas veladas e, quem sabe, até mesmo uma guerra entre elas!!

— E, de qualquer forma, nosso objetivo principal estará sendo cumprido: afastar o ser humano da santificação!

— E então suas cabeças vão rolar!!!

Nesse momento todos concordaram e partiram para aperfeiçoar seus planos, encontrar pessoas capazes de difundir seus enganos e, principalmente, cegar àqueles que deveriam ver tais ataques sutis.

Enquanto isso as pessoas nas igrejas continuavam defendendo as portas e não perceberam o mal entrar pelo ralo do banheiro, disfarçado de literatura cristã, psicologia, metodologias, doutrinas…

Amados, devo pedir perdão por tomar seu tempo com ficção, mas é dessa forma que imagino que deva ter acontecido. Repito: esse texto não foi tirado das escrituras, é uma invenção minha!

Mas, afinal… por que impedir os salvos de se santificar?

Simples, vejam dois textos bíblicos que, apesar de breves, são claros e definitivos:

“E o mesmo Deus de paz voz santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” (I Tessalonicenses 5:23)

“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12:14)

O que, afinal estes textos querem dizer?

Simples: só os santificados verão o Senhor! Isso quer dizer que quando ocorrer o evento descrito em I Tessalonicenses 4:13-18, vai ter muitos salvos ficando por aqui… ou você acha que os arrebatados irão encontrar com o Senhor nos ares e, para não vê-lo, usarão vendas nos olhos?

Há algumas pessoas que ficam chocadas com essa conclusão. Há outros que até mesmo se revoltam! Mas Satanás esfrega as mãos com ansiedade, pois justamente a partir do arrebatamento, quando o Espírito Santo for retirado, ele poderá se revelar da maneira como realmente é. Vejamos o texto bíblico:

“E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” (II Tessalonicenses 2:6-12)

E não será só isso, pois santificar-se após o arrebatamento vai ser bastante mais doloroso. Por exemplo:

“E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. (…) E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.” (Apocalipse 13:1-8; 11-17)

Que coisas terríveis, não? E então os salvos, sem a proteção do espírito Santo, estarão à mercê de Satanás. E é melhor que eu os avise claramente que a colocação da “marca” não é uma opção compatível com a salvação, veja:

“E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, e aquele que receber o sinal do seu nome. Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem.” (Apocalipse 14:9-13)

Prestaram atenção que aqueles que aceitarem a marca irão beber o vinho da ira de Deus… sem mistura!?!

Não tenho noção do que é isso, mas sei que deve ser algo tão ruim que a morte será a única opção viável. Tanto que no verso 13 o anjo dá clara mensagem sobre isso.

Considerando que o suicídio é uma opção completamente descartada, então todos os homens só terão duas opções: ou aceitarão o sinal e adorarão a besta… ou não aceitarão e serão sumariamente decapitados… Isso mesmo, sem cabeça!!!

Vai ser a escolha mais paradoxal da história da humanidade, pois viver significará morrer para sempre e morrer significará manter fidelidade a Deus e viver para sempre. Quantos salvos hoje em dia estão prontos para perder a cabeça por amor a Deus? Quantos não são capazes de negar sua fé pela ilusão de sobrevivência?

Certamente Satanás exultará a cada cristão que negar sua fé… e é por isso que ele quer as igrejas cheias de salvos hoje em dia: para ter mais possibilidades de entristecer o coração de Deus pela traição daqueles que um dia o seguiram. Quantos mais houverem, quantos mais poderão renegar.

Mas vocês podem me perguntar de onde eu estou tirando essa idéia “absurda”… e eu cito Apocalipse 20:4, que diz:

“E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.”

Veja! Alguns permanecerão fiéis e morrerão por sua fé!

O final da história creio que qualquer cristão salvo deva saber, mas espero que este texto sirva de alerta para, ao menos, um cristão. Se apenas um salvo iniciar sua santificação através da leitura deste texto: GLÓRIAS A DEUS!

Caso contrário… misericórdia.

Meu objetivo foi cumprido e revelo agora, aqui no final do texto, minha outra opção de título:

MELHOR SANTIFICAR AGORA QUE PERDER A CABEÇA DEPOIS!

Teóphilo Noturno

NOTAS

[1] Promessas referentes ao texto de II Coríntios 6:14-18, onde lemos: "Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.”